#FP - Brida Eldrsënir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

#FP - Brida Eldrsënir

Mensagem por Brida Eldrsënir em Qui Nov 14, 2013 3:15 pm

Dados On


► Nome:  Bridgette Cordelia Ottolenghi Eldrsënir
► Idade:  17 anos.
► Local de Nascimento: Oslo, Noruega.
► Onde Reside:  Nova York, Estados Unidos.
► Grupo:  Shadowhunter.
► Filiação: Arkin Tiwar Eldrsënir (caçador de sombras, falecido) & Alba Lorena Ottolenghi Eldrsënir (caçadora de sombras)
► Photoplayer:  Lindsay Hansen.


► Personalidade


Sempre foi calada demais, quase imperceptível em seu canto escuro, quando a notavam era para dizer “olhe para essa garotinha, com esse rosto tão doce…” durante muitos anos tudo o que lhe deram foi pena, lamentos pela sua tragédia.  Foi obrigada a viver sozinha, aprendendo cedo em preencher-se com si mesma, abraçar-se nas noites frias e lutar apenas por ninguém mais que ela. Seu eu era tudo o que tinha, e havia o amor pela mãe, guardado a sete chaves dentro de si mesma. A vida tornou-a muito determinada, e seu silêncio sempre esteve consigo.  Embora possa tornar-se um ser rígido e intimidador, ou até mesmo mostrar uma Brida incrivelmente bondosa e espontânea. Não demonstra muito os seus sentimentos, escuta elogios e ofensas com o mesmo rosto calmo e carregado até de certa indiferença. Porém em luta mostra-se extremamente habilidosa e treinada, alguém que não deve ser superestimado, coisa que frequentemente acontece. Mais um ser que graças ao peso do fardo que começou a carregar cedo demais, tornou-se um mistério.



► Físico

Provida de longos e lisos fios de um belo castanho-avermelhado - que dificilmente estão devidamente penteados -, que vão clareando até tornarem-se loiros nas pontas, um rosto com sardas e olhos muito azuis que carregam um olhar tão profundo que chega a ser hipnotizante e uma boca que entra com facilidade nos padrões de atraente. Com seus pouco mais de um e sessenta e corpo magro ganha um ar ainda mais delicado e frágil. Quem vê seu rosto de traços suaves e olhos carregados de doçura não dá muito por ela.


► História

Suas lembranças do pai são vagas, já que esse morreu quando a menina tinha pouco mais de quatro anos, as poucas fotos ajudam a manter a figura do homem de fios castanhos sempre muito bem penteados e olhos verdes, com um corpo equilibrado entre o esguio e  músculos definidos. Para ela, era sempre será um homem sério que somente vira em trajes pretos, nas suas lembranças sempre as roupas de um caçador de sombras. Usa até hoje Arkin como sua inspiração, que pretende logo superar. Esse é o único sentimento que tem por ele. O motivo de sua morte ainda é mantido longe dos seus olhos e ouvidos, embora ela acredite que ele tenha cometido algum erro em combate, é o que conseguiu concluir com as frases vagas e sem sentido da mãe. A adorável Alba, que um dia tivera fios negros e cacheados, cheios de brilho e olhos azuis vivantes, pele de um pálido que antes fora rosado, mas agora é doentio. Os cabelos penderam o brilho e os cachos, tornando-se quebradiços, os olhos azuis atualmente só demonstram como ela está cada vez mais longe. Alba, com uma das almas mais doces e generosas que já pisaram nestas terras, foi matando-se internamente depois da morte do marido.  Até que dois anos depois tornou-se um ser completamente vazio, vivendo trancada num quarto e sequer reconhecendo a própria filha.

Continuou a viver durante anos na mesma casa da mãe, até que seu cruel - e quase  tão distante quanto a mãe - tio materno, cansou da tortura que era viver no mesmo teto que Alba. Enzo era um caçador espetacular e poderoso, chegou com muitas esperanças com a sobrinha, mas não demorou em se decepcionar.  Ainda assim a treinou e criou pelo tempo que sua paciência durou. Afinal, não era fácil acordar no meio da madrugada ao som dos agonizantes gritos de Alba, que chorava pelo marido e pela filha, Brida ia toda noite até o quarto da mãe, seu dever era apenas dopá-la, porém sempre tentava aproximar-se, na esperança de ser reconhecida, o que nunca aconteceu. Então seu tio cansou-se, dizendo que era impossível viver numa casa com uma mulher "assombrosa como aquela" e que sua irmã Alba não estava mais lá, apenas o seu corpo e o que restara de um alma atormentada. "Ela já se foi há muito tempo." tais palavras permanecem entalhadas em Brida, tinha treze anos quando viu a mãe pela última vez, entrou em seu quarto enquanto a mulher ainda estava dormindo, observou aquele rosto cadavérico, braços ossudos e cabelos tão fracos e por um momento conseguiu ver uma jovem sorridente de bochechas coradas e olhos fantásticos e calorosos ali, um momento que logo acabou. Quando saia do quarto pode ouvi-lá sussurrando durante o sono "Minha Cordelia..." num tom não doloroso como o que ela sempre utilizava e sim quase doce, poderia estar errada, mas foi banhada por certo alívio por ser reconhecida ao menos uma vez.

Ouvir seu segundo nome sendo dito de forma tão doce para seus ouvidos depois de tantos anos quase a prendeu aquela casa, mas sabia que não poderia viver se alimentando para sempre de esperança. Assim, deixou a mansão dos  Eldrsënir e sua terra natal fria e bruta pelas belezas da Itália, onde morou durante pouco mais de um ano no mesmo Instituto onde a mãe e o tio haviam crescido. Então se viu mudando-se novamente, dessa vez para os Estados Unidos e sendo largada pelo tio lá, no outro lado do mundo, com a desculpa de que ela seria mais bem cuidada, "Pode dizer que cansou-se de mim, tio" disse após ouvir todo o papo furado de Enzo, este apenas lançou-se um de seus sorrisos irônicos e foi embora sem dizer mais nada, tinha treze anos na época. Desde então vive no Instituto de Nova York. Onde todos já tem conhecimento de como suas feições enganam e que se houve uma coisa que Enzo fez bem, foi treinar a sobrinha, mesmo que dizendo que tudo que ela lhe dera fora decepções. Não guarda rancor do tio nem da vida que levou, ao contrário, agradece por ter passado pelo o que passou, tudo aquilo lhe deu forças. Não comenta muito sobre a família, tanto que a maioria pensa que ela é órfã, sua mãe é um dos seus muitos segredos. Sempre diz para si mesma que a deixaria orgulhosa se ela visse o que a filha se tornou. Um dia pretende voltar para a mansão onde cresceu e ver novamente Alba.




Dados Off


► Nome: Nat.
►Idade: Muitos invernos.
►Contato: MP.
►Outros Personagens: Nom tenho.

avatar
Brida Eldrsënir
Caçadores das Sombras
Caçadores das Sombras

Mensagens : 1
Data de inscrição : 13/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #FP - Brida Eldrsënir

Mensagem por The Angel em Qui Nov 14, 2013 4:58 pm

avatar
The Angel
Staff
Staff

Mensagens : 52
Data de inscrição : 06/10/2013

Ver perfil do usuário http://idris-rpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum